---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Secretaria de Saúde de Major Vieira informa. Você sabe o que é o SISS-Geo?

Publicado em 12/11/2019 às 13:46 - Atualizado em 12/11/2019 às 14:19

SISS-Geo: Sistema de Informação em Saúde Silvestre


O SISS-Geo é uma ferramenta informatizada e participativa para o monitoramento de agentes patogênicos que circulam na natureza ou nas bordas de ambientes rurais e urbanos, a partir do registro de observações de animais no campo realizados por cidadãos comuns, pesquisadores e especialistas em vida silvestre, em aparelhos móveis de comunicação ou em ‘desktops’.

Assim será possível agir antes que doenças acometam pessoas e animais.

Objetivos da ferramenta:

  • Monitorar, com a participação de todos, a saúde da fauna silvestre.
  • Gerar modelos de alerta de ocorrências de agentes patogênicos na fauna, especialmente os com potencial de acometimento humano.
  • Gerar modelos de previsão de oportunidades ecológicas para emergência de doenças.
  • Proporcionar de maneira rápida e eficiente o fluxo de informações entre pesquisadores, tomadores de decisão e a sociedade. 

 

As pessoas podem registar-se como Especialistas ou Colaboradores.

Especialista: Pesquisador, profissional ou especialista que realiza atividades relacionadas à biodiversidade, epidemiologia, saúde pública, conservação e manejo de espécies e habitats, taxonomia, medicina veterinária, agropecuária, e áreas afins ou com notório saber, e que deseja contribuir com seus dados de pesquisa para o monitoramento e desenvolvimento de modelos de alerta e previsão de agravos na vida silvestre. Para pesquisadores, estão disponíveis, além do aplicativo em dispositivos móveis nos quais os registros são individuais, planilhas para o registro de conjunto de dados mais detalhados.

Colaborador: Qualquer cidadão interessado que deseja contribuir para o monitoramento de doenças na fauna com o registros de suas observações de animais silvestres encontrados mortos, doentes ou com comportamento estranho. Poderá optar por manter seu cadastro em anonimato. O colaborador comum poderá registrar suas observações em dispositivos móveis, com a facilidade de captura automática do georreferenciamento de sua observação, ou no sistema web.

Esta ferramenta está também disponível através de uma aplicação móvel para Android.

O aplicativo SISS-Geo Android é leve ( ± 5MB ) e foi elaborado para que você possa registrar, online ou offline, suas observações de maneira rápida, simples e eficiente, contribuindo de forma direta com a construção de um sistema de utilidade pública para prevenção de doenças, em animais e em pessoas.
Para tanto, o SISS-Geo Android permite:

  • Cadastro de usuário, tornando você um colaborador do sistema.
  • Envio de informações sobre os animais, sua localização, características do ambiente e fotos.
  • Consulta de todas as suas informações e da localização de todos os registros.
  • Consulta de todas as fotos registradas.
  • Envio de sugestões, dúvidas e críticas ao sistema.

O SISS-Geo integra o Centro de Informação em Saúde Silvestre (CISS) da Fundação Oswaldo Cruz em parceria com o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Para mais informação sobre o SISS-Geo, visite a área de Biodiversidade do Centro de Informação em Saúde Silvestre (CISS) da Fiocruz.

 

 

Aedes Aegipty

 

A Secretaria de Saúde de Major Vieira alerta para o Combate ao mosquito Aedes aegypti

 

Nesta época do ano é muito importante termos cuidado para evitar a proliferação do mosquito aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

 

Os cemitérios são considerados locais de risco e a recomendação é para que as pessoas evitem levar vasos de flores com embalagens, pratinhos, potes, vidros de conserva, vasilhames e demais objetos que possam acumular água.

 

Neste período do ano em que se alteram dias de chuva e calor, qualquer recipiente exposto ao ar livre pode se tornar um criadouro do mosquito, por isso o cuidado deve ser levado a sério e permanente.

 

Prevenção/Proteção

  • Utilize telas em janelas e portas, use roupas compridas – calças e blusas – e, se vestir roupas que deixem áreas do corpo expostas, aplique repelente nessas áreas.
  • Fique, preferencialmente, em locais com telas de proteção, mosquiteiros ou outras barreiras disponíveis.

Cuidados

  • Caso observe o aparecimento de manchas vermelhas na pele, olhos avermelhados ou febre, busque um serviço de saúde para atendimento.
  • Não tome qualquer medicamento por conta própria.
  • Procure orientação sobre planejamento reprodutivo e os métodos contraceptivos nas Unidades Básicas de Saúde.

Informação

  • Utilize informações dos sites institucionais, como o do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municiais de saúde.
  • Se desejar engravidar: busque orientação com um profissional de saúde e tire todas as dúvidas para avaliar sua decisão.
  • Se não deseja engravidar: busque orientação médica sobre métodos contraceptivos.

O Aedes aegypti é um mosquito doméstico. Ele vive dentro de casa e perto do homem. Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura de ovos pelas fêmeas. Os ovos são colocados e distribuídos por diversos criadouros.

Em menos de 15 minutos é possível fazer uma varredura em casa e acabar com os recipientes com água parada – ambiente propício para procriação do Aedes aegypti. Veja as principais orientações:

Cuidados dentro das casas e apartamentos

  •  Tampe os tonéis e caixas d’água;
  •  Mantenha as calhas sempre limpas;
  •  Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  •  Mantenha lixeiras bem tampadas;
  •  Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  •  Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
  •  Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  •  Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

Área externa de casas e condomínios

  •  Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;
  •  Limpe ralos e canaletas externas;
  •  Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;
  •  Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;
  •  Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.

Avise a Secretaria de Saúde sobre possíveis focos do Aedes aegypt

Quando o foco do mosquito é detectado e não pode ser eliminado pelos moradores, como em terrenos baldios ou lixo acumulado na rua, a Secretaria Municipal de Saúde deve ser acionada para remover os possíveis criadouros. Em Major Vieira, ligue para 47 - 3655 1448.

Organize um mutirão de combate ao Aedes aegypti

A mobilização da sociedade é fundamental para vencer a luta contra o mosquito. Convoque sua família e seus vizinhos para essa batalha.

 

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar